Confira 3 Efeitos do COVID-19 no Mercado Imobiliário e como 2020 ainda pode mudar!

O assunto mais comum nos noticiários e na internet é, durante os últimos 3 meses – sem dúvidas, o coronavírus. O Covid-19 pegou todos de surpresa, e virou do avesso o ano de 2020.

Diversos países viram suas economias ficarem instáveis. Mercado globais foram afetados e uma onda de problemas foi desencadeada pela pandemia do último trimestre. Agora, nem tudo parece tão ruim assim!

De fato, 2020 será o ano que mais sofrerá com os efeitos do coronavírus. Porém, ainda existem diversas variáveis a serem consideradas. Pensando nisso, é que preparamos esse conteúdo. Para mostrar os efeitos do vírus no mercado imobiliário.

Além de preparar o corretor de imóveis – parceiro de todas as horas da AoCubo – para o que está por vir em 2020. Preparados?

Coronavírus e Mercado Imobiliário – Como esta a batalha até o momento?

Antes de falarmos sobre os efeitos do coronavírus no mercado, vamos dar um breve panorama do mercado. Mais especificamente de como anda a balança da oferta x demanda no setor imobiliário.

O Covid-19 provocou um “efeito dominó” na economia. Diversos setores perceberam de forma quase imediata a queda de sua lucratividade, em vista do isolamento social. A quarentena impossibilitou pessoas de diversos desses setores de continuarem as atividades profissionais, aumentando o desemprego

Não é preciso, assim, entender muito para concluir que o poder aquisitivo de diversas famílias mudará no ano de 2020. Alterando, assim, a balança entre oferta e demanda em diversos setores.

Demanda de 2020 – setor imobiliário “aperta os cintos” e se prepara para a turbulência

 Com isso, as decisões de compra, venda e aluguel de diversos clientes foi mantida em espera. Isso segundo pesquisa do mercado imobiliário, e lançada em primeira mão no mês de Abril pela rede de notícias CNN Brasil.

A pesquisa, afirma que 86% dos compradores entrevistados adiaram a decisão de compra ou aluguel de imóveis durante a quarentena.

Além disso, mais de 54% dos profissionais do ramo imobiliário sentiram um aumento no número de cancelamentos das vendas desde o início da pandemia. Contudo, 2020 ainda tem muito pela frente para encarar esses dados apenas da perspectiva negativa.

Efeitos do Coronavírus – Confira 03 mudanças positivas da pandemia no mercado imobiliário e prepare-se para vender mais!

Como mencionado no título do nosso post de hoje, vamos conferir 3 mudanças que o Covid-19 causou no setor imobiliário. E como elas podem ser positivas para o mercado, se encaradas ao longo prazo.

#1 Efeito – Adiamento da Retomada do Mercado

Você deve estar pensando: “Mas não termos a retomada do mercado imobiliário é ruim não é?”. Pois é, não de acordo com a análise de Rodolfo Amstalden, colunista do veículo online Seu Dinheiro.

Para ele, a expectativa de diversos especialistas – de que em 2020 o mercado imobiliário entraria em um novo ciclo de alta – foi apenas adiada, e não liquidada permanentemente.

O Brasil ainda deve ver uma retomada do crescimento no mercado imobiliário. Porém, o que estava previsto para 2020 será levado para 2021. “Todas as condições macroeconômicas continuam dadas para o Brasil ter um ciclo de aquecimento do mercado imobiliário”, afirma Rodolfo em entrevista exclusiva para o Seu Dinheiro.

#2 Efeito – Juros Baixos e com tendências de queda ainda maiores

O segundo efeito da nossa lista, e que foi causado pelo Covid-19, é a queda ainda maior dos juros no mercado imobiliário. Esse elemento, inclusive, pode ser uma das chaves para o futuro aquecimento do mercado quando a hora chegar.

Isso porque:

-🡪 Os Juros estavam em queda graças a Taxa Selic, e hoje ela permanece em baixa, facilitando a tomada de empréstimos imobiliários.

🡪 Com o coronavírus, os principais bancos e instituições financeiras estão oferecendo condições ainda melhores para os que querem financiar o sonho da casa própria.

O que potencializa, ao longo prazo, a aquisição de imóveis e o desenvolvimento do mercado como um todo. Agora, percebeu a chance de fazer novos negócios e estar ativo mesmo em tempos de isolamento, caro corretor?

#3 Efeito – Investidores podem estar em boa posição para lucrar em 2021, ou ainda em 2020!

A situação com o aumento do desemprego se mostra alarmante por um lado. Porém, se somada com o contínuo alastro da pandemia, pode criar oportunidades únicas para investidores.

Isso porque muitas pessoas, graças a esses fatores e outros tantos, decidam vender seus imóveis ou fundos imobiliários. Diferente de outros tempos, nesse momento as pessoas podem estar precisando de dinheiro rápido, o que as torne mais abertas às negociações. Tornando, assim, os preços muito convidativos.

“[…] Então, o investidor que tem uma posição de compra neste momento, inclusive ao longo dos próximos meses, tem uma vantagem muito interessante nas mãos para poder surfar essa recuperação de ciclo lá no segundo semestre ou em 2021”, explica Rodolfo Amstalden, em entrevista exclusiva para o Seu Dinheiro.

Conclusão

Como vimos mais acima, o mercado imobiliário ainda está com movimentação. Apesar de uma pandemia alastrar o mundo, não é necessário pessimismo desenfreado e nem um alerta vermelho disparando por 24 horas.

Para conseguir novas oportunidades de negócios e aproveitar esses 3 efeitos positivos do coronavírus no mercado imobiliário, o corretor precisa ter foco. Preços mais competitivos podem aparecer em imóveis e fundos imobiliários ainda em 2020.

Os juros baixos e a possível queda futura podem fazer com que as pessoas que tenham dinheiro guardado façam mais negócios. Além de estar engatilhada uma possível retomada do mercado imobiliário para 2021. Apenas adiada pela pandemia, e não completamente liquidada.

Quer saber mais sobre conteúdo imobiliário de primeira? Quer conseguir dicas valiosas para continuar vendendo bem em 2020? Ou está interessado em análises de mercado feitas pela equipa da AoCubo? 

A resposta para todas essas perguntas está em acompanhar nossas postagens! Nas nossas redes e mídias oficiais e no nosso blog! Venha ser AoCubo!

Leave your reply