Mercado Instável? – Descubra como fica o setor imobiliário em 2020

Não é à toa a preocupação. O mercado virou de ponta cabeça com a pandemia do novo coronavírus. Diversos setores da economia foram afetados e um balde de água fria foi jogado nos investidores brasileiros.

Isso, pelo menos, é o que indica matéria publicada no site oficial da Forbes Internacional. A matéria na íntegra, você pode conferir aqui:

Contudo, mesmo com as especulações dos veículos internacionais, será que o mercado brasileiro está tão ruim? Será que as coisas não vão melhorar? Reunimos nessa postagem alguns dados interessantes. 

Tudo para promover a melhor troca de informações, e deixar nossos corretores de imóveis AoCubo bem nutridos com conteúdo de qualidade. Aqui você poderá:

-🡪 Descobrir mais sobre o mercado imobiliário de 2020 e quais as perspectivas do consumidor
-🡪 Checar dados relevantes do setor imobiliário hoje
-🡪 Acompanhar medidas de como vender mais imóveis online e se preparar para novos modelos de negócios imobiliários

Perspectiva do cliente – Como anda o movimento em São Paulo e o que o consumidor anda fazendo?

Corretores de imóveis AoCubo devem saber sobre o isolamento social colocado em prática na pandemia. A quarentena, além de medidas de proteção e saúde, contribuíram para que os estandes de venda ficassem fechados. Assim, antes de falarmos do mercado propriamente dito, devemos falar sobre a perspectiva do cliente.

No início do mês de junho, mais de um milhão de pessoas voltou a utilizar o transporte público. Isso segundo dados apresentados pelo secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em matéria exclusiva do El País, que você pode conferir aqui:

Somente esse aumento no número de usuários, mostra um maior volume – de 2 para 3 milhões de pessoas – que já circulam pela capital. Os dados reafirmam a volta gradual da circulação de pessoas, como declarado pelo governador de São Paulo, João Dória, uma semana antes.

Em declaração, o governador colocou em prática o plano para a retomada das atividades econômicas em todo o Estado. “Manteremos a quarentena, porém com a retomada consciente de algumas atividades econômicas”, afirmou também em matéria disponível no El País:

Contudo, o pensamento das pessoas ainda é de resguardo. Pelo menos esse é o pensamento de Gabriela Mourato, funcionária terceirizada de um banco – serviço considerado essencial. E que passou três dias internada após sentir falta de ar em Abril.

“Nas últimas semanas, os transportes todos estão mais cheios, eu continuo com muito medo, mesmo já tendo contraído o coronavírus. Não sei se estou imune, tem gente que usa máscara, outros não, sinto que continuo me arriscando. Na empresa, nunca deram uma alternativa de locomoção, até porque sou terceirizada”, conta Gabriela em entrevista exclusiva para a equipe do El País.

Em resumo, temos um aumento gradual de circulação na cidade. Porém, com uma série de ressalvas. Além de serviços já começarem seus planos para voltarem a normalidade.

Dados e Mercado – Como estão as expectativas do mercado imobiliário em 2020?

“Certo, mas e o mercado imobiliário em 2020?”, calma corretor AoCubo, chegamos nessa parte agora! O mercado imobiliário também passa pelas mesmas ressalvas. Isso segundo dados disponíveis em pesquisa ilustrada pelo jornal Estado de São Paulo.

Dentre os mais de 3.500 entrevistados que vivem em regiões metropolitanas, 86% dos entrevistados vão adiar, de algum modo, a decisão de comprar ou alugar um imóvel. Entre estes, 64% devem esperar mais de sete meses para adquirir um imóvel em São Paulo ou outra região metropolitana.

Impactos percebidos pelos corretores de imóveis e outros profissionais do setor

O levantamento mostra que 54% dos profissionais do setor relataram algum tipo de cancelamento de negociação. Isso desde o início da quarentena. Essa percepção também foi aplicada para o andamento das obras. Para 76% dos entrevistados haverá atrasos na construção.

Impactos na demanda do mercado imobiliário em 2020

De acordo com levantamento da Secovi – incluindo dezenas de empresas da capital e do interior paulista – a demanda caiu. A compra de imóveis na quarentena caiu 63% durante o mês de março. E em concretização de negócios, algumas imobiliárias tiveram queda de 67% em suas vendas.

Lançamentos em 2020 – Quais as perspectivas para novos imóveis ainda este ano?

Mesmo com toda a incerteza – e contrariando a visão dos entrevistados acima – as novas construções e continuam a todo vapor. Independente das medidas de isolamento e a dificuldade nos transportes, as obras e construções continuam funcionando.

Esses são os dados apresentados pela agencia de notícias internacional Reuters, e matéria exclusiva sobre o mercado imobiliário 2020 com o coronavírus, que você confere aqui: h

Entre as principais medidas, estão a de manter os trabalhadores protegidos, em uma distância segura de trabalho e sempre do lado de fora. Nunca deixar os operários em locais fechados e muito aglomerados.

Também, a rotação de trabalhadores e uma rotina especial para as pausas de almoço foi implementada. Tudo para reduzir os riscos de contaminação, segundo Basilio Jafet, presidente da Secovi-SP, para a Reuters.

“Nós somos a locomotiva, se nós pararmos, todos os vagões também irão parar, acrescenta José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Industria da Construção, também em matéria exclusiva para Reuters.

Vender imóveis Online! – Descubra ações que estão ajudando corretores de imóveis em tempos de isolamento social

 Depois de falar um pouco mais sobre o mercado imobiliário em 2020. Além de dar a perspectiva de como a população ainda encara a pandemia. Vamos falar sobre um dos assuntos mais debatidos nesses últimos meses: como vender mais imóveis pela internet!

A primeira coisa que podemos dizer é que, essa estratégia está em alta. Não somente pelo isolamento social e quarentena, mas também porque ambos criaram condições favoráveis para o aumento do fluxo de clientes online.

Isso significa que o consumo de mídia online no Brasil durante a quarentena aumentou. Segundo pesquisa feita pela empresa de mídia Comscore, que você confere aqui:, a intensificação de acesso a conteúdos online foi estrondosa. Alguns conteúdos tiveram um aumento de 637 milhões de acessos para 912 milhões de acessos.

Dito isso, como o corretor de imóveis AoCubo pode aumentar suas vendas online? Confira as dicas:

# Consumidor informado é venda certa!

Utilizar Blog e redes sociais é o primeiro passo para aumentar as vendas online. O consumidor de imóveis quer informações confiáveis, qualificadas, e de fácil acesso. Isso vindo de um corretor de imóveis e profissional do setor imobiliário, demonstra maior força naquele conteúdo.

Assim, traga conteúdo de qualidade para seus clientes e consumidores de imóveis através de veículos online. Isso pode prepará-los melhor para o período pós-pandemia, ou mesmo facilitar uma venda para quem tem capital hoje.

# E-mail Marketing

Postar conteúdos de qualidade é importante, mas como garantir que esses conteúdo serão acessados? Simples, fale diretamente com seu consumidor de imóveis! O E-mail, apesar de subestimado por alguns, oferece uma maneira rápida e segura de chegar a sua base de clientes e oferecer informações valiosas.

# O poder da sua própria qualificação

Os Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis de todo o Brasil estão oferecendo diversas modalidades de cursos online. Cursos estes que, durante a quarentena, oferecem duas valiosas ferramentas para você, caro corretor AoCubo. 

A primeira delas é o poder de compartilhar suas qualificações nas redes e aumentar sua credibilidade com seus clientes. A segunda delas é aumentar a sua empregabilidade e garantir que mais pessoas procurem pelo profissional certo na hora de fechar negócio! Portanto, não deixe os estudos de lado.

Gostou do conteúdo? Quer receber mais material exclusivo e aprender como driblar a crise nesse período de quarentena? Acesse nosso Site e nosso Blog e navegue pelas mais preciosas dicas do mercado imobiliário!

Leave your reply